Make your own free website on Tripod.com
DESEJO | SILÊNCIO | PARA UMA PESSOA ESPECIAL... | FOLHAS PERDIDAS | PARA ALGUÉM | AMOR... | DEVE TER SIDO AMOR... | POEMA SEM NOME... | DA NUVEM DO ESQUECIMENTO ÀS AREIAS DO TEMPO... | SOMENTE VOCÊ | À MINHA AMIGA | ROSAS DE AMOR... | QUANDO AS PALAVRAS SE PERDEM | ESPERANDO... | ABANDONO | SE ERRAR É HUMANO, AMAR É DIVINO... | RECOMEÇAR | UM POUCO MAIS DE CONSIDERAÇÃO | A ARTE DE SER FELIZ | O MUNDO É GRANDE | A FALTA QUE AMA | Palavras ao Vento... | Agradecimentos | Quem sou eu? | Meus Amigos (Links Legais!) | Livro de Visitas | Fale comigo! | Título da nova página

Home

Prosa em Verso
À MINHA AMIGA

Sabe, minha amiga, há muito tempo quero lhe dizer
Que eu vou bem, sinto tanta, tanta saudade de você!
Às vezes me indago se vou ainda lhe reencontrar,
Dizer que muita coisa aconteceu, muita coisa vai mudar...
Amiga, eu sei o porquê de você não mais me escrever,
A distância não separa amizade, mas nos faz sofrer,
Sei que a vida, ingrata, fez você se perder no caminho,
Tão pequena e nova, como pássaro perdido do ninho...
O pássaro pôde reencontrar seu ninho, mas você não voltou,
Esperei com tanta angústia, mas sua vida não a esperou...
Pude perceber que nunca mais poderia ver,
A amizade pôde ser salva, mas sua vida não poderia ser,
É só querer ser feliz, mas você é mais feliz do que eu,
Ao ir carregou consigo metade do coração que era meu,
E ao acompanhar-lhe em sua última viagem pela cidade,
Notei que para ir sem volta não se tem mais idade,
Que jamais é escolhido o tempo e a cor,
Amiga, reencontre o seu lindo e perdido amor...
Só não queria ver você, para sempre, dormir sem acordar,
Me resta cantar a essa criança uma linda canção de ninar...

Tatiana Monteiro Costa