Make your own free website on Tripod.com
DESEJO | SILÊNCIO | PARA UMA PESSOA ESPECIAL... | FOLHAS PERDIDAS | PARA ALGUÉM | AMOR... | DEVE TER SIDO AMOR... | POEMA SEM NOME... | DA NUVEM DO ESQUECIMENTO ÀS AREIAS DO TEMPO... | SOMENTE VOCÊ | À MINHA AMIGA | ROSAS DE AMOR... | QUANDO AS PALAVRAS SE PERDEM | ESPERANDO... | ABANDONO | SE ERRAR É HUMANO, AMAR É DIVINO... | RECOMEÇAR | UM POUCO MAIS DE CONSIDERAÇÃO | A ARTE DE SER FELIZ | O MUNDO É GRANDE | A FALTA QUE AMA | Palavras ao Vento... | Agradecimentos | Quem sou eu? | Meus Amigos (Links Legais!) | Livro de Visitas | Fale comigo! | Título da nova página

Home

Prosa em Verso
DA NUVEM DO ESQUECIMENTO ÀS AREIAS DO TEMPO...

Será tão belo o amor a ponto de fazer sofrer?
E a paixão, na indecisão de escolher?
Os dois podem até nos fazer rir ou chorar,
Reviver cada passo: esquecer e lembrar.
Se o passado tão presente fosse se repetir,
Se cada lágrima rolasse sem ter onde cair,
Eu, para viver, cantaria uma nova e doce canção,
Para até lhe dizer adeus e saudar a solidão.
Por que as flores sem sua beleza exterior?
Quem ama, ama só enxergando o interior,
Se cada sonho se partisse em mil pedaços,
Se o mundo de um milhão feito só em cem traços,
E uma reta ser uma curva na mansidão plana,
Procurar a cada tempo a solidariedade humana...
Amor de cada um, passado de uma saudade,
Presente de união, será só ter a vontade?
Se a cada momento, alguma coisa o lembrar
Se fui seu passado, serei o futuro, faça apagar,
Pois a mais triste lembrança é aquela que fica,
Em nosso pensamento, aos poucos, se edifica...
Será o passado difícil de um dia esquecer?
Se eu amei você, seu rosto não quero mais ver.
Se você quiser, que não queira, se lembrar de mim,
Guarde em seu coração essas palavras que dizem assim:
"A cada passo de apenas um dia só haver me apagado,
Cada história, bonita ou triste, com um fim inacabado,
Suas lágrimas turvadas pela nuvem do esquecimento,
Procure-me na praia da vida, apagada pelas areias do tempo."

Tatiana Monteiro Costa